Por que a desigualdade de vacinas é nosso maior desafio de comunicação COVID-19 até agora

Este artigo explora a desigualdade do sul global de acesso às vacinas COVID-19 e os desafios de comunicação relacionados. O artigo também questiona como podemos dividir nosso foco em, por um lado, se envolver com as comunidades para garantir que entendam como a priorização da vacina será feita, para também gerenciar as expectativas de acesso, ao mesmo tempo em que aborda a percepção de que a pandemia acabou quando a vacinação começa.

Fonte: Por que a desigualdade de vacinas é nosso maior desafio de comunicação COVID-19 até agora

    Materno, Recém-nascido, e Saúde Reprodutiva e COVID-19: Adaptações, Sucessos, Desafios, e próximos passos. Uma Consulta Especializada

    Este relatório apresenta as principais conclusões e recomendações de uma série de quatro workshops de consulta a especialistas baseados em discussão. Essas consultas - organizadas pela iniciativa READY e pelo Grupo de Trabalho Interinstitucional sobre Saúde Reprodutiva em crises (IAWG)- trouxe materno, Recém-nascido, e saúde reprodutiva e partes interessadas em doenças infecciosas juntas para revisar MNRH no contexto de preparação / resposta a surtos e identificar prioridades para a pandemia em curso.

    Este relatório compila e compartilha as experiências dos participantes e lições aprendidas, e identifica desafios e lacunas na implementação de serviços humanitários de MNRH em COVID-19 através do mundo. As recomendações desenvolvidas a partir dessas consultas destinam-se a apoiar os serviços e atores de MNRH para melhorar o acesso e a qualidade do atendimento às populações vulneráveis ​​em ondas futuras de COVID-19 e em surtos futuros.

    Fonte: Materno, Recém-nascido, e Saúde Reprodutiva e COVID-19: Adaptações, Sucessos, Desafios, e próximos passos. Uma Consulta Especializada

      COVID-19 Kit de Ferramentas para Comunicação de Riscos e Engajamento da Comunidade para Atores Humanitários

      O objetivo deste kit de ferramentas é oferecer às organizações não-governamentais (ONGs) e outros atores de resposta humanitária, um conjunto de orientações e ferramentas que eles podem usar para planejar e integrar rapidamente a Comunicação de Riscos e o Engajamento da Comunidade (RCCE) em sua resposta COVID-19. Dada a natureza em rápida mudança da pandemia, essas ferramentas e diretrizes serão atualizadas conforme necessário. Este kit de ferramentas foi desenvolvido pelo Centro Johns Hopkins para Programas de Comunicação e Save the Children através do Iniciativa PRONTA, que é financiado pelo Escritório de Assistência a Desastres Estrangeiros da USAID (OFDA).

      Fonte: COVID-19 Kit de Ferramentas para Comunicação de Riscos e Engajamento da Comunidade para Atores Humanitários